Hype e o que “marketing que dá o que falar”

Hype e o que “marketing que dá o que falar”

Há algum tempo saiu nos cinemas o Deadpool 2…

Muito antes dessa estreia, o anti-herói mais amado e debochado do cinema se tornou piada, ou melhor, como bem definiram, autopiada.

Isso se deve à campanha de divulgação do filme, que conseguiu gerar um poderoso hype…

Hype, este é o termo que norteia este pequeno post.

Talvez você não saiba, mas hype vem de hipérbole, palavra que designa o exagero de algo.

Aliás, exagero tem tudo a ver com o Deadpool, que foi assistido por milhares de pessoas, que “caíram no marketing” deste segundo filme.

Este é apenas um pequeno exemplo do que um hype bem aproveitado pode gerar.

Aprendendo a criar ou “surfar” no hype, você pode fazer seu conteúdo formar um “boom” no mercado.

Estou falando sobre isso neste vídeo.

Dominar mais esse conceito e utilizá-lo como recurso em sua estratégia de comunicação pode fazer toda diferença na sua estratégia.

Então você pode perguntar:

“Como?”

“Como o exagero tem pode impulsionar minhas estratégias de marketing?”

Afinal, quase nada do que é exposto em excesso atrai atenção adequada.

É claro que muita informação desnecessária constantemente é inadequada.

Mas quando se trata de ambiente digital, isso se mostra diferente!

Quando pensamos em marketing digital, hype é uma estratégia que tem como base enfatizar uma ideia, um produto ou um serviço na rede.

Como eu explico neste vídeo dedicado ao assunto, você tem dois caminhos para se valer desse conceito:

Ou você cria um hype ou aproveita um.

No primeiro caso, você cria uma expectativa grande sobre algo que pretende lançar.

Mesmo que as pessoas ainda não tenham visto o projeto final, elas já conseguem ter alguma ideia do que será promovido.

O hype então, uma forma bem criativa e, na maioria das vezes, impressionante de divulgar um produto.

PS.: Para se aprofundar um pouco mais no assunto, sugiro que assista o vídeo!

About Paulo Maccedo

Paulo Maccedo é analista de marketing pela Universidade Metodista de São Paulo, especialista de marketing de conteúdo, copywriter e autor. Escreveu 4 livros de negócios, entre eles, A Arte De Escrever Para a Web, que ficou entre os mais vendidos na Amazon por 3 vezes. Já publicou mais de 2000 artigos em jornais, revistas, sites e blogs.

Deixe uma resposta

Fechar Menu