Como fazer as pessoas lerem e comprarem mais de você

Como fazer as pessoas lerem e comprarem mais de você

O seu conteúdo gera o número de tráfego, leads e conversões que você deseja?

Como blogueiro e criador de conteúdo, sei como é frustrante criar um conteúdo impressionante para o meu blog e alcançar resultados medíocres.

Sei como é ruim escrever um conteúdo cheio de carinho, gastando horas fazendo pesquisas, escolhendo as melhores palavras, editando, revisando, mas ninguém prestar a atenção.

Hoje boa parte dos meus artigos e livros sãos lidos, comentados e compartilhados, mas nem sempre foi assim.

Já fui um criador de conteúdo solitário, perdido em meio a tantos blogs que geram atenção e audiência.

Senti na pele a rejeição como escritor, mas até que um dia encontrei o que faltava…

Descobri como escrever de uma forma que as pessoas prestem mais a atenção.

E o melhor…

Descobri como vender melhor minhas ideias, serviços e produtos.

Tudo isso usando os princípios da…

PERSUASÃO.

persuasão

Não, não estou falando de algo que pode ser ignorado

Primeiramente, porque isso faz evitar que o seu marketing de conteúdo seja fraco.

Segundo, porque você pode usar os mesmos princípios em praticamente tudo.

Sem a persuasão, mesmo que você crie um texto muito bom, não terá chances de trazer os resultados que espera.

Costumo dizer que se você estiver disposto a usar essa arma, pode dobrar suas chances de sucesso.

Falo por experiência.

Posso citar o caso de um dos meus artigos:

Marketing de conteúdo não é um amontoado de palavras num site WordPress

Ele é um dos textos mais comentados aqui do blog, me gerou mais de 100 leads orgânicos e ajudou a lotar uma das minhas palestras feitas no Afiliados Brasil.

Me esforcei para ser persuasivo nele, e não, isso não quer dizer que fui manipulativo.

Pelo contrário, usei o elemento principal na minha receita de persuasão:

A VERDADE.

Em suma, como eu explico num vídeo do meu canal no YouTube, fui sincero, transparente e empático.

Os mesmos princípios são aplicados em meus posts de 1 linha no Twitter, nos microtextos no Facebook e em minhas campanhas de e-mail. Isso tem me ajudado a cumprir meus objetivos como profissional de marketing.

Entende agora por que você deve dar importância ao assunto?

O poder da persuasão é inquestionável.

Ok…

Vamos entender essa bagaça!

persuasão

Certa manhã, o Dr. Robert Cialdini leu no jornal que a Etiópia tinha feito uma doação de U$ 5.000,00 para o Governo do México por causa da destruição que um terremoto provocou na cidade do México.

A notícia causou espanto em Cialdini.

Afinal, como poderia a Etiópia vivendo em uma crise de miséria gigantesca poderia fazer uma doação dessa?

Movido pela curiosidade, ele foi investigar.

Mas um jornalista, que também havia se espantado com a notícia, já tinha publicado algo a respeito. Ele descobriu que em 1935, quando a Itália invadiu a Etiópia, o México se manifestou a favor da Etiópia.

Passados 50 anos, o sentimento de gratidão para com o Governo do México ainda estava vivo.

Isso aconteceu por causa da reciprocidade, um dos princípios da persuasão.

Se você faz algum tipo de negócio hoje, a persuasão deve estar presente em sua caixa de recursos.

Sem a persuasão, você estará fadado aos baixos resultados.

A persuasão é mesmo imprescindível a qualquer que precise se comunicar bem e conduzir pessoas às ações específicas.

Por isso que se você é empreendedor digital, blogueiro, profissional de marketing, produtor de conteúdo, aprender persuasão vai levar sua comunicação a outro nível.

Entendendo melhor o que é persuasão

persuasão

Persuasão pode ser entendida como uma estratégia de comunicação em que se utiliza recursos emocionais ou simbólicos para fazer alguém a aceitar uma ideia ou a realizar uma ação específica.

Nela emprega-se argumentos, legítimos (ou não) com o objetivo de conseguir que outras pessoas adotem linhas de conduta, teorias ou crenças.

De acordo com o filósofo Aristóteles, retórica é a arte de descobrir, em cada caso particular, os meios disponíveis de persuasão.

Vale destacar que a persuasão é o oposto de coação ou imposição. Essa última se consegue pelo uso da força, enquanto a persuasão, sugerindo através de argumentos.

Em outras palavras, a pessoa persuadida age como o outro pretende, mas pelos seus próprios meios, sem ser obrigada a nada.

Diversos fatores contribuem para a persuasão.

Por costume, se recorre ao compromisso das pessoas, convencendo-as de que aquilo que se lhe propõe é o correto.

O posicionamento da pessoa que tenta persuadir a outra também é relevante.

Se a pessoa em questão é uma autoridade, ou tem certo status e popularidade, suas opiniões tendem a um maior poder de persuasão.

É por isso que muitos partidos políticos apostam em celebridades como candidatos ou apoiadores para ganhar as eleições.

O que alguns autores dizem sobre persuasão

O Dicionário Aurélio define persuasão como o ato de levar a crer ou a aceitar, decidir a fazer algo; obrigar a convencer-se, mostrar a conveniência de algo, levar o convencimento ao ânimo de alguém.

Desse modo, tem-se a persuasão como uma ação que um indivíduo exerce sobre outro para alcançar um determinado objetivo.

Américo Souza, economista e advogado, diz que a persuasão é o resultado correspondente a um ato sobre o querer “(irracional) e o convencimento,” a implicação ou consequência do ato de “convencer (racional)”.

Mas é bom explicar que irracional, nesse caso, deve ser entendido como uma vontade não baseada pela razão e, racional, em posição contrária, tendo a razão como base.

Outros autores também sugerem que persuasão se aproxima significativamente do conceito de influência. Com isso, termos como prestígio, crédito e outros similares podem ser determinantes para que alguém alcance a persuasão mais facilmente.

De acordo com Robert B. Cialdini, a maior autoridade mundial no assunto, persuasão é a habilidade de trazer as pessoas para o nosso lado, mudando apenas a maneira como apresentamos nossos argumentos.

Górgias, filósofo grego, disse algo que soa como um manifesto:

A persuasão aliada a palavras modela a mente dos homens como quiser.

A importância da persuasão em suas comunicações na internet

persuasão

Negociar é uma habilidade essencial nos negócios.

Se você não está satisfeito com os seus resultados em conversões, uma boa dose de persuasão pode te ajudar a resolver esse problema.

A verdade é que para lidar melhor com os cenários na internet, entender e dominar os pilares da persuasão é fundamental.

Para se convencer sobre isso, basta pensar rapidamente sobre como os grandes empreendedores e milionários do mundo dominam a arte da persuasão.

É notório como muitos desses homens bem-sucedidos sabem como influenciar as pessoas de uma forma fácil e magnetizante.

Estive num evento chamado Power House, organizado pelo Flavio Augusto e Carlos Wizard. Percebi como esses caras exalam persuasão, em algum nível. Ambos têm bilhões na conta.

Eles descobriram, conscientemente ou não, como usar o poder da persuasão para alcançar seus objetivos.

Hoje, como o avanço da tecnologia e a facilidade da informação, você, profissional de marketing, empreendedor ou criador de conteúdo pode ter acesso à mesmas técnicas que eles usam através de livros, cursos, treinamentos e blogs, como o meu (aproveito para te convidar a se cadastrar em minha lista Vip).

E para fechar com chave de ouro…

Os 6 princípios da persuasão, segundo Robert Cialdini

Para quem quer se aperfeiçoar no assunto, sugiro começar estudando os seis princípios da persuasão difundidos pelo já citado Robert B. Cialdini.

Eles estão presentes no livro As Armas da Persuasão, lançado no Brasil pela editora Sextante. Este é considerado o melhor e mais bem pesquisado livro sobre o que é persuasão.

Os 6 princípios expostos na obra são:

#1 – Reciprocidade

#2 – Compromisso e coerência

#3 – Aprovação social

#4 – Afeição

#5 – Autoridade

#6 – Escassez

Esses pontos formam o alicerce da arte da persuasão e podem deixar qualquer pessoa apta a influenciar a outras. Costumo dizer que esse é um dos livros que todo empreendedor ou profissional de marketing deveria ter em sua prateleira.

Eu mesmo o utilizo como material de estudo e consulta para muitas de minhas estratégias de copywriting e produção de conteúdo.

Conheça o livro aqui!

Hora de persuadir

Meu objetivo com este artigo foi te dar uma base sobre o que é persuasão e explicar o porquê você deve usá-la em sua estratégia de marketing de conteúdo.

Claro que o assunto não foi esgotado, e por isso aconselho que você prossiga no aprendizado lendo o livro que indiquei.

Lembre-se que na maioria das vezes deixamos escapar ótimas oportunidades de vender por não conhecermos os mecanismos por trás da arte da persuasão, ou por não identificarmos as oportunidades que se apresentam através delas.

Para conhecer o livro do Dr. Robert B. Cialdini, basta clicar no botão abaixo.

persuasão

About Paulo Maccedo

Paulo Maccedo é analista de marketing pela Universidade Metodista de São Paulo, redator profissional e autor. Escreveu 4 livros de negócios, entre eles, A Arte De Escrever Para a Web, que ficou entre os mais vendidos na Amazon por 3 vezes. Já publicou mais de 2000 artigos em jornais, revistas, sites e blogs. Gosta de chutar a bola para fora do estádio!

Esta postagem tem 2 comentários

  1. Realmente a comunicação persuasiva faz toda diferença nos negócios. tanto online como tora da internet. Grande matéria!

Deixe uma resposta

Fechar Menu