redator criativo
Gerador de texto ou redator criativo?
28 de julho de 2016
empreender
Empreender com propósito: o que você precisa saber antes de começar seu negócio
10 de agosto de 2016
Exibir tudo

Redação freelancer: como escrever 2 mil palavras por dia

redação freelancer

O que você pensaria se eu te dissesse que eu consegui, por um bom tempo, escrever de 2.000  a 3.000 palavras por dia?

Dependendo de sua experiência com a escrita, você dirá que é isso impossível. Tudo bem, eu entendo. Afinal eu também pensava assim há alguns anos quando era apenas um articulista de revistas e jornais. 

Já conversei com várias pessoas que consideram uma proeza escrever esse número de conteúdos diariamente, pois é um resultado acima da média, um verdadeiro desafio. Mas se você tiver força de vontade e se munir das práticas e ferramentas corretas, pega a manha.

Escrever de forma acelerada foi o que me fez atingir objetivos quando comecei a trabalhar somente com redação freelancer. Como a maior parte do meu tempo era usado apenas para escrever, conseguia manter o ritmo, e ainda sim, entregar um conteúdo bem escrito.

Para você não achar que isso não passa de história, vou revelar para você um pouco do meu processo de produção de conteúdo. Você terá a chance de elevar seu trabalho como redator freelancer e ser um profissional bastante requisitado no mercado, escrevendo em média de 2.000 a 3.000 palavras por dia.

Redação Freelancer: como escrever artigos de forma acelerada sem perder a qualidade

O que não pode faltar para uma redação freelancer de alta performance:

  • Habilidade Técnica
  • Planejamento pessoal para a execução de tarefas
  • Planejamento de cada artigo
  • Briefing detalhado pelo cliente que encomendou o conteúdo
  • Um notebook que atenda suas necessidades
  • Internet Banda Larga
  • Café fresquinho
  • Foco e muita disposição

Planejamento semanal

Como tudo na vida precisa de planejamento, com o trabalho de redação freelancer não é diferente. Afinal, prazos precisam ser cumpridos. Escrever é algo que exige muito de nosso intelecto, então, estratégia é essencial. Essa é uma coisa que você, webwriter, não pode ignorar. 

Nesta época que trabalhava apenas como redator. Além dos clientes diretos, prestava serviços para três agências de conteúdo. Em algumas plataformas de produção, quem determina a demanda pessoal é o profissional, escolhendo as tarefas que estiver disposto a redigir.

Eu separava os temas previamente no dia anterior ao da produção e os anotava em uma tabela. Planilhas e um gerenciador de tarefas, como o Evernote, eram grandes aliados nesse sentido. 

Dividia um quadro branco em seis partes colocando os dias da semana. Geralmente não anotava o domingo, sendo os dias de produção de segunda a sábado. Isso fazia com que minha semana já começasse previamente planejada.

A meta era escrever entre 7 a 10 artigos de 300/500 palavras por dia. Claro, se houvesse demanda.

Administração das horas do dia

Gostava, e ainda gosto, de começar a escrever cedo. Então acordava por volta das seis, fazia a higiene matinal, tomava água, um café forte e começava a primeira pauta. Minha média de tempo para cada texto era uma hora cada um. Procurava então escrever um artigo de 300 a 500 palavras dentro desse período.

Isso poderia variar, para menos, principalmente quando eu não dominava o tema, ou quando o artigo era maior, com 500, 700 ou 1000 palavras, por exemplo.

Depois de ter adiantado duas ou três pautas, dava uma esticada no corpo e fazia uma pausa de 10 a 15 minutos. É sempre bom fazer alguns intervalos para aliviar a mente, pois quem escreve muito, às vezes trava. Falo isso também pelas mãos que, por trabalharem freneticamente, precisam de descanso. Em dias específicos, aproveitava esses intervalos para praticar exercícios e fazer alongamentos.

Essa pausa geralmente era feita por volta das 10 ou 10 e meia da manhã. Tentava fazer mais um ou dois textos antes do almoço, que costuma ser meio dia (Até ai já iam 3 a 4 artigos). Na parte da tarde, tentava manter o ritmo e produzir mais, até às 19 horas. Mas na maioria das vezes, costumava ultrapassar este horário.

Ressalto que quando o conteúdo tem de 300 a 500 palavras, fica fácil manter essa rotina. Mas quando são vários artigos grandes para produzir no mesmo dia, como é de se imaginar, não é tão fácil cumprir a meta. Meu recorde até hoje foram 12 textos em um dia, mas, explico imediatamente que eram artigos de 300 palavras. Então, considere 3 mil palavras por dia. 

Outra consideração é que quando se trabalha sozinho, não apenas se escreve. Outras tarefas devem ser feitas: atendimento, criação de briefings, estratégias, entre outras coisas. O que me toma bastante tempo. Mas se você se dedica integralmente apenas à redação freelancer, pode conseguir cumprir esta meta tranquilamente.

Planejando cada artigo

Um dos pontos principais de uma alta produção diária é planejar cada artigo antes da produção. A ideia é basicamente dividir o conteúdo em blocos, criando o título, dividindo o número de palavras pelos tópicos, simulando os tópicos, e por fim, fazendo a pesquisa e desenvolvendo o artigo.

Veja como fica isso na prática:

Exemplo: Artigo de 500 palavras

  • Tema: “Emagrecimento”
  • Título: “X formas de emagrecer rápido”
  • Divisão de tópicos: 

– 80 palavras introdução;

– 80 palavras conclusão;

– 80 palavras cada tópico;

– 20 palavras call to action

  • Tópicos: 
  1. Exercícios para perder peso
  2. Dieta equilibrada
  3. Foco
  4. Disciplina.

Você deve calcular o número de palavras para cada tópico, isso te dá uma base começar. O segredo é definir os tópicos com antecedência também. Prefiro fazer a introdução, desenvolver os tópicos em ordem, e por fim, o fechamento.

Quanto a isso, não se prenda, experimente o que é melhor para você. Esse mapa prévio é muito importante para o trabalho com webwriting. Sem ele, você tende a colocar palavras a esmo, o que acaba exigindo mais tempo.

Pesquisa Simultânea

Está aqui algo que pode mudar sua vida. Para ser rápido e eficiente como a redação freelancer, o ideal não é pesquisar e ler para depois fazer o texto, mas pesquisar simultaneamente. Ou seja, buscar fontes enquanto já se produz.

Com os tópicos já definidos, vá considerando os pontos mais importantes, e, enquanto interpreta o conceito, já coloque as ideias no arquivo. Você pode considerar os pontos mais importantes da pesquisa e reescrevê-los com suas palavras.

Esta é uma forma  ágil de redigir um artigo para web. Alguns preferem ler bastante antes de começar a produção, mas o risco de esquecer algumas ideias é evidente. A não ser que você tenha uma “memória de elefante e seja um mutante na digitação”.

Desenvolva sua criatividade

A prática traz a criatividade.

Quando você pega o ritmo da escrita dinâmica, percebe que pode escrever sobre qualquer tema. Costumo dizer que um bom profissional de conteúdo pode fazer um texto “expert” sobre qualquer assunto, bastando ter criatividade e alguns minutos de pesquisa.

Nunca fui do tipo de redator que só escreve o que gosta. Bem, também  já rejeitei temas que estavam de fato fora do meu limite de conhecimento, mas, na maioria das vezes, topei o desafio. 

Por isso dou ênfase na palavra criatividade, pois com ela um redator vai longe. Uma das maneiras de ser criativo com a produção de conteúdo é interpretar e “reescrever” um tema que você nunca ouviu falar.

Se você for ‘mente aberta’, verá que até mesmo nos assuntos mais obscuros dá para fazer um conteúdo bom, original e relevante aplicando imaginação e bom senso.

Checklist para produzir de 7 a 10 artigos por dia

  • Faça um planejamento semanal. Comece a segunda feira já com o destino de sua produção previamente definido;
  • Anote os temas que deverão se redigidos com um dia de antecedência;
  • Use um quadro de organização, dividindo os dias da semana e anotando as pautas;
  • Utilize postites;
  • Faça intervalos para descansar a mente e as mãos;
  • Cronometre o tempo de seus artigos (faça isso respeitando seu potencial de escrita, mantenha a concentração para não comprometer a qualidade final);
  • Evite perder tempo com coisas que tiram sua atenção (Facebook, e-mail, telefone, TV);
  • Procure fazer as pesquisas enquanto já produz, a fim de maximizar o tempo.

Existe outro segredo?

Segredo nenhum, apenas uma junção de habilidade e disciplina. Muitos redatores pensam em se tornar um profissional de conteúdo requisitado, mas não encontram tempo para praticar. A verdade é essa:

Grandes escritores não têm mais tempo do que você tem. Eles arrumam tempo para escrever. Eles não apenas arrumam tempo, eles também seguem rotinas específicas que os ajudam a evitar completamente o bloqueio de escritor.

Teve um livro que eu comprei na Amazon que me deu uma boa base para produzir mais em tempo hábil.  A proposta do conteúdo do livro é que, ao desenvolver o “hábito da escrita”, você tem confiança para se sentar em frente a um computador todos os dias, sabendo que as palavras irão aparecer.

O livro é bastante objetivo, no entanto que realizei a leitura em 1 dia. Sugiro que você dê uma olhada. Nele você vai ter a chance de aperfeiçoar sua produtividade e produzir mais, sem deixar cair a qualidade…

Garanto que você vai gostar!

Escrever 2.000 Palavras por Dia Todos os Dias

Paulo Maccedo
Paulo Maccedo
Analista de Marketing pela Universidade Metodista de São Paulo. Blogueiro, autor e criador de conteúdo. Numa relação séria com a comunicação desde 2010, inimigo declarado do spam e evangelizador fervoroso do marketing de permissão.

10 Comentários

  1. Como adquirir clientes?
    Existem clientes que não lhe traz uma pauta estruturada, se fosse sempre assim seria muito fácil escrever… Alguma sugestão?

    • Paulo disse:

      Olá, Escritor Randômico (gostei do nome rsrs). Então, no meu caso, nessa época, eu trabalhava principalmente com agências. Por isso as pautas já vinham estruturadas. Quando você trabalha com clientes finais, e precisa fazer o planejamento dos conteúdos, isso realmente toma mais tempo.

      Respondendo sua pergunta sobre conseguir clientes, não sei se sabe, mas há agências famosas que recrutam redatores: Rock Content, Contentools, e numa escala menor, a Text Lovers e a Goomark. Essas empresas já mandam as pautas planejadas. Então você só precisa fazer a pesquisa e produzir o texto.

      Adquirir clientes finais se torna um pouco mais complexo, principalmente para quem está começando (não sei se é o caso). Mas isso pode ser resolvido com a criação de seu próprio blog, com uma pequena estratégia de marketing, com atuação nas redes sociais, etc. As plataformas freelancers/marketplaces de serviços também podem ser úteis, nesse caso.

      Caso se interesse, tenho um livro onde eu destrincho minhas estratégias iniciais para me consolidar no mercado de redação. Ele custa apenas 7 reais, um preço bem simbólico, e tem o objetivo de ajudar redatores a conseguirem clientes. Aqui o link> https://www.amazon.com.br/Redator-Freelancer-primeiros-clientes-sucesso-ebook/dp/B01B52FZEW/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1472297983&sr=8-1&keywords=redator+freelancer

      Espero ter sido útil. Obrigado pelo comentário! 🙂

  2. Camilla Cássia disse:

    Um dos meus maiores desafios como redatora freelancer tem sido exatamente o de produzir mais textos. Vou tentar seguir as dicas 🙂

  3. veronica disse:

    Incríveis as suas dicas! Muito obrigada. Sou redatora publicitária e estou tentando a vida de freelancer. Uma das minhas maiores dificuldade é escrever rápido. Com certeza, seu artigo irá me ajudar.

  4. Cristiane disse:

    Boa tarde Paulo!
    Eu me interessei há pouco por essa oportunidade de redator freelance, mas não tenho experiência alguma no assunto.
    Tenho o nível médio, mas entendo bastante de ortografia, e coesão textual, sempre gostei muito de português e mais ainda de leitura, leio bastante.
    Gostaria de saber se na sua opinião, eu teria oportunidade nessa área, e quais dicas você me daria para começar.
    Já me inscrevi em 2 sites que tem essa oportunidade de redator freelance, se puder me ajudar, ficarei muito agradecida.

    • Paulo Maccedo disse:

      Oi, Cristiane!
      Obrigado pelo comentário.
      Acho que você tem bastante chances.
      O mercado é grande e precisa de profissionais com essas habilidades que você citou.
      Além dos sites, participar de grupos no Facebook, pode ser uma boa para você começar.
      Sempre surgem oportunidades.
      Eu tenho um e-book que fala de estratégias básicas para começar.
      Se quiser, pode conhecer ele através desse link: http://bit.ly/redator-freelancer-ebook
      Espero ter ajudado.
      Sempre que quiser, apareça!

  5. Stephanie disse:

    Olá,acabo de receber uma proposta de escrever cerca de 10 mil palavras POR DIA,sendo dez artigos e ganhando miseros 500 reais a 850…
    essa meta é mesmo surreal ou é algo normal para escritores free lancers?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *